Ligada à Terra são essencialmente, momentos paisagísticos de prazer visual, uma abordagem holística da paisagem e a revisitação e conservação da  memória do lugar. 

Surpreender-me pelo inesperado que uma viagem me reserva  e permitir conhecer verdadeiramente a cultura e as tradições na descoberta de traços distintivos perante um local diferente, são elementos propulsores para a pintura. 

Esta série de paisagens em que a gestualidade é primordial, apresenta uma mistura de abstração gestual e figuração, permitindo espaço para a narrativa cromática combinar com a energia captada nos próprios locais.

Resgato o conceito de viajante indo ao encontro dos lugares e reencontrando o prazer de viajar na pintura de paisagens, num interface entre cultura e identidade.